21 7 / 2014

21 7 / 2014

21 7 / 2014

21 7 / 2014

21 7 / 2014

21 7 / 2014

(vía retratou)

21 7 / 2014

21 7 / 2014

"E quem é feliz, faz feliz os outros."

O Diário de Anne Frank (via julgando)

(Fuente: delator, vía julgando)

21 7 / 2014

19 7 / 2014

19 7 / 2014

(Fuente: zoiodlula, vía vidadsurfista)

19 7 / 2014

"Aquele abraço era o lado bom da vida, mas para valorizá-lo eu precisava viver. E que irônico: pra viver eu precisava perdê- lo."

Tati Bernardi    (via sonetosdeamor)

(Fuente: sintoso, vía sonetosdeamor)

18 7 / 2014

(vía retratou)

17 7 / 2014

"Não estranhe as minhas manias, não. Aliás, acostume-se com elas para a minha estadia ser mais longa e confortável. Acostume-se com o fato de que não preciso de um momento especial para dizer que eu amo. Pode ser logo depois de acordar, ou antes de dormir, ou durante um abraço. Falo quando der vontade… E mais de uma vez ao dia. Acostume-se comigo aqui. Não invadindo o seu espaço, mas ocupando uma fração dele e que o mesmo acontece no sentido inverso. Acostume-se com a ideia de que você também faz parte do meu e de mim. E, mais do que tudo, acostume-se com o meu coração romântico-teimoso, porque ele agora é seu. Então, acostume-se, acostume-se comigo e continue sempre dando motivos para eu ficar e nunca eu ter que ir embora. Apenas continue."

milaahb.   (via abulia-s)

(Fuente: on-repairs, vía abulia-s)

17 7 / 2014

"Quando nossos olhares começaram a se cruzar na padaria nos domingos pela manhã, eu já sabia que seria você, eu decorei sua lista de compras porque sempre escolhia ficar atrás de você no mercadinho da esquina só para poder te olhar. Eu ficava feliz sempre que você esquecia a cortina aberta porque dava pra ver seu quarto inteiro da varanda aqui de casa onde meu pai costumava fumar. Eu te dava um sorrisinho tímido sempre que te via passeando pelo condomínio, você devolvia com medo que ele não fosse pra você e ali já se iniciava uma espécie de carinho antes mesmo de saber meu nome. Eu descobri seu telefone e a gente falava sobre tudo pra não ter mais motivo pra desligar. Você descobriu que meu coração podia bater tão rápido e mesmo assim eu não ter um ataque cardíaco só pra continuar ouvindo sua voz todos os dias. Você renovou minhas forças e me fez ter energia o suficiente para enfrentar o mundo se fosse para ficar ao seu lado para sempre, você também me ensinou que quando é com a pessoa certa o para sempre existe sim e ele é grande assim como o amor que eu já sentia por você antes mesmo de começarmos a nos falar, é rápido assim como as horas viram segundos ao seu lado, é intenso como seus beijos, delicado e reconfortador como seus carinhos. Você tinha se mudado pra cá a menos de um ano e antes disso eu acho que a vida já sabia que a gente seria só da gente e por isso fez questão de encaixar cada coisa em seu lugar. Eu troquei a luneta de posição porque as estrelas não se moviam com a mesma frequência que você. Eu apontei ela pra sua cama porque meu céu se resumia em ti, ainda mais lindo quando fazia tudo em seu entorno combinar. Seu lençol de flores vermelhas combinava com o tom de sua pele amarela e eu só sabia que você tinha dormido porque sempre deitava de barriga pra baixo só na hora de dormir e nem percebia, porque você subia o braço até seu bíceps encontrar o travesseiro que um dia seria trocado porque alguém. Você me mandava um beijo de sua janela quando levantava da cama e estampava um sorriso no rosto para manhã acordar e ter um bom dia, seu modo de espreguiçar o braço esquerdo era tão lindo de frente quanto de costas e eu descobri isso quando seus pais viajaram por dois dias você me chamou pra “morar” ai, quando eu só pensava o quão inusitado era alguém chamar a outra pra morar durante 48 horas. Você disse que me amava e sua coluna pareceu estar no lugar porque você tirou um peso das costas ao dizer isso. Eu sei que tirou porque aconteceu comigo também, e agora de coluna ereta só nos restava ter uma demonstração mínima de como seria a felicidade da gente se casar e a apreensão máxima quando você me deu a notícia que sua menstruarão estava atrasada e tinha te surgido um medo absurdo de fazer o teste sozinha sem ter eu lá pra te acompanhar. A bronca dos nossos pais durou mais que duraria a sua gestação se você não tivesse atrasada só por conta do seu nervosismo. E eu não vou ser pai dessa vez. Só que eu enfrentaria o mundo por você amor, você nunca vai precisar sofrer nada sozinha. Eu quero construir isso em torno de você, seja a frente ou atrás, mas principalmente ao seu lado. Porque o amor não morre, não envelhece, não se desgasta, não acaba. Aprendi isso com você."

abulia-s & s-e-u. (via abulia-s)

(vía abulia-s)